segunda-feira, agosto 21, 2006

Proverbios latinos comemorativos

Non vascor, Vasco

In dubio pro Vasco

Ad Vasco vascorum

In hoc Vasco vincit

Veni, vedi, Vasco

De Vascuis nihil nisi bene

In Vasco veritas

Vasco omnia vincit

Mens sana in Vasco sano

Per Vasco ad astra

Sine Vasco, ars nihil est

Si Deus pro Vasco, quis contra Vasco?

Sic Vasco gloria mundi

Julinhus Vascum freguesius est (pois não?)

hg

6 Comentários:

Às ter ago 22, 12:46:00 AM , Blogger joaogabrieldelima disse...

Gostei principalmente do ultimo. Se não me falha a memória é a terceira vez seguida que os bambis perdem em plena Vila Belmiro.

 
Às ter ago 22, 08:01:00 AM , Blogger Sérgio Ruiz disse...

Gabriel, o Bambi morreu. Vide resultado da última Libertadores.

 
Às ter ago 22, 09:19:00 AM , Blogger Marcelo Tescaro disse...

A César o que é de César, Julio.

 
Às ter ago 22, 10:44:00 AM , Blogger Ricardo Amorim disse...

ô, Helio, faltou o veni, vasco VICE!

 
Às ter ago 22, 11:33:00 AM , Blogger joaogabrieldelima disse...

Essa última frase é de Julio Cesar antes de atravessar o Rubicão. Ou será de Julio Cesar, o goleiro, antes de escalar a oitava colina de Roma -- aquela onde fica São Januário?

 
Às qua ago 23, 11:59:00 AM , Blogger Julio Cesar de Barros disse...

O Vasco pode. Além de ser nosso freguês em São Januário, onde só nos vence quando Eurico consegue botar medo nos árbitros, o poderoso time carioca é merecedor de nossos maiores agradecimentos. Não podemos nos esquecer que além de bater o Atlético Paranaense, capando-lhe um título quase certo em 2004, permitiu ao peixe botar as barbatanas no troféu no jogo final. Aquele Vasco e Santos deu ao glorioso time de massas do Rio o pvirilégio de entregar as faixas ao maior de todos os tempos. Valeu Hélio! Vascão e ô! Vascão e ô!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial