terça-feira, outubro 25, 2005

TRICOLOR ATENDE BEM A FREGUESIA

Ao longo dos anos, dois times se notabilizaram como fregueses de caderno do Tricolor Paulista: Palmeiras e Corinthians. O Palmeiras, mesmo nos melhores momentos, mesmo quando era Academia, sempre apanha do São Paulo. Neste ano, nos dois únicos jogos que contaram -- pela Libertadores da América -- o São Paulo venceu. Dois a zero no Morumbi, templo sagrado do futebol, um a zero no Parque Antárctica, estádio que NUNCA quisemos roubar (ainda se fosse o Santiago Bernabeu...). Como o Amarelão não disputa títulos internacionais, temos que contar os jogos pela copinha e pelo torneio regional paulista. Neste ano, foram três vitórias e um empate. Ou seja, o Amarelão passou em branco. Chegou a ser humilhado por 5 a 1 num jogo da copinha. Ontem, quando era clarro que o tricolor havia desistido da copinha para se dedicar à pré-temporada do primeiro Mundial Interclubes da Fifa, o Amarelão viu a chance de ganhar uma. Afinal, o Tricolor entraria com um mistão -- Hernanes, Tiago e vários outros juvenis. Mesmo assim, foi um baile. O Amarelão, como sempre, tremeu. Só não foi goleada porque Fábio Costa resolveu jogar bola. Triste sina, esta. O pavor do Tricolor -- que acomete sistematicamente Palmeiras e Amarelão -- deveria ser uma síndrome catalogada pela psicologia.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial